• Certifique-se que o cirurgião que a/o vai operar é um médico qualificado, especialista em Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética.
  • Não se deixe impressionar pelos títulos exibidos por alguns profissionais, muitos dos quais nem são cirurgiões. Não esqueça que em Portugal não existem " Cirurgiões Estéticos ". Informe-se junto da Ordem dos Médicos, se determinado médico está inscrito no Colégio da Especialidade de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética, que são os médicos legalmente habilitados a fazerem Cirurgia Estética. A Sociedade Portuguesa de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética, também pode ajudá-lo a selecionar um especialista qualificado. ( vd. Como escolher um cirurgião Plástico )
  • Não deixe que ninguém decida por si, se e quando deve ser operada(o). Informe-se sobre os aspectos técnicos que envolvem a intervenção que pretende fazer., que riscos lhe estão associados e se são razoáveis as expectativas sobre o resultado que pretende.
  • Assegure-se de que está completamente informado sobre todos os aspectos relacionados com a intervenção. Nenhuma intervenção , nem nenhum cirurgião estão 100 % isentos de riscos. Exija instruções escritas e se estiver de acordo, assine um consentimento informado acerca da(s) intervenções(s) a que pretende submeter-se. Rigor e transparência ajudam a um bom relacionamento com o seu médico.
  • Sinta-se confiante com o cirurgião, o anestesista, a equipe, a clínica ou hospital que escolher para realizar a sua intervenção. Não se deixe operar em consultórios ou locais sem condições de segurança, sem equipamentos necessários em caso de emergência.
  • Escolha a melhor altura para a sua operação. Evite ser operada(o) se está deprimido, se está com problemas no seu emprego, com a sua família, se não está bem emocionalmente. Decida operar-se para se sentir bem consigo própria(o) , não para agradar a alguém.
  • Desconfie das consultas grátis, dos adiantamentos de honorários não reenbolsáveis em caso de desistência, (típicos de clínicas com finalidades apenas comerciais). Nada é gratis, mas se a intervenção que pretende realizar fôr correctamente planeada, não tem que ficar refém de penalizações financeiras. Deverá sempre poder mudar de ideias se não se sentir preparado ou confiante para levar por diante uma operação de cirurgia estética, sem quaisquer constrangimentos.
  • Faça a preparação pré operatória aconselhada. Respeite as recomendações do seu médico.
  • Evite fazer vários procedimentos de grande cirurgia no mesmo tempo operatório. As complicações cirúrgicas também aumentam com o aumento do tempo de cirurgia.
  • Respeite as instruções no pós operatório.
  • Não esqueça que submeter-se a uma cirurgia é um assunto sério.

Login