dreamstimeextrasmall 4591226 ed

É uma intervenção que tem por finalidade a remoção de do excesso de pele e gordura da região abdominal. Poderá ser aproveitada a ocasião para ser feito um reforço da parede muscular do abdómen (aproximação dos músculos retos na linha média), se houver necessidade.

A incisão tem um formato habitual de meia lua e será colocada numa posição baixa no abdómen, abaixo da zona de redundância dos tecidos. O seu comprimento depende da quantidade de tecidos a serem removidos.

O tempo de cirurgia é em média de duas a quatro horas.

A intervenção pode ser executada sob anestesia geral ou regional, com bloqueio nervoso e sedação.

Geralmente é necessário um curto internamento, embora, dependendo da extensão da intervenção e da preferência do cirurgião, possa também ser realizada em regime ambulatório.

Os efeitos secundários possíveis, para além do desconforto temporário, incluem inchaço, dormência dos tecidos, diminuição da sensibilidade na área operada e equimose.

Os riscos principais desta intervenção são a infecção, hematoma (acumulação de sangue sob os tecidos operados), embolia pulmonar (coágulo que se desprende e migra para o pulmão), seroma (acumulação de fluidos), atrasos de cicatrização, cicatrizes deformantes e potencial necessidade de reintervenção cirúrgica.

Retoma da atividade normal habitualmente só ao fim de duas a quatro semanas. Esforços mais intensos ou frequência de ginásio, só ao fim de quatro a seis semanas, de acordo com as indicações do médico.

Para mais esclarecimentos deverá consultar o seu cirurgião

Login