dreamstimeextrasmall 8524851 ed

Intervenção, também designada mamoplastia de redução, que tem por objectivo a redução do volume mamário e simultâneamente a melhoria da sua forma. Habitualmente as mulheres candidatas a esta operação apresentam mamas muito volumosas, deformadas devido ao peso excessivo e queixas de desconforto que lhe estão associadas. Estas queixas são as dores de costas (dorsalgias), do pescoço (cervicalgias), marcas das alças do soutien, irritação da pele da região sub mamária (intertrigo). A extensão das cicatrizes está normalmente associada ao volume a ser removido e ao volume inicial das mamas.

É sempre feita uma incisão em redor das aréolas e a partir daí, uma incisão inferior, vertical, acompanhada ou não de uma outra horizontal, colocada no sulco sub mamário. As chamadas técnicas de cicatriz vertical, reduzida, proporcionam uma óptima maneira de redução de volume e modelação da forma, evitando habitualmente as cicatrizes muito extensas sub mamárias.

Quando está em questão uma grande redução de volume, pode ser necessária a remoção do complexo aréolo-mamilar que será aplicado como um enxerto, levando á perda completa da sensibilidade.

O tempo de cirurgia é de duas a quatro horas dependendo da técnica utilizada e do volume a ser removido.

Habitualmente esta intervenção é realizada sob anestesia geral. Pequenas reduções podem ser feitas com sedação intravenosa, sem necessidade de anestesia geral.

Geralmente um curto internamento é necessário. Dependendo da intervenção e da preferência do médico, também pode realizar-se em regime ambulatório.

É de esperar, desconforto moderado e inchaço que poderão prolongar-se por alguns dias. As complicações possíveis incluem o atraso na cicatrização.

Os riscos desta operação dizem respeito a cicatrização exuberante, perda de sensibilidade do(s) mamilo(s), impossibilidade de amamentar, perda por necrose parcial ou total dos complexos aréolo-mamilares, forma insatisfatória com compromisso estético.

Habitualmente são necessárias duas ou três semanas de recuperação. Muitas pacientes retomam a sua atividade profissional no final deste período. Esforços mais intensos e frequência de ginásio só são permitidos ao fim de quatro ou seis semanas.

As mulheres operadas a redução mamária experimentam grande alívio da sintomatologia relacionada com o peso excessivo das mamas. Os resultados quer do novo volume, quer da forma são geralmente apreciados, permitindo mais conforto nas atividades físicas diárias e possibilitam o uso de roupas desejadas.

Para mais esclarecimentos deverá consultar o seu cirurgião

Login